A Nossa Sex Symbol Clássica

08/02/2013 | Cultura e Esporte.

Israel - Nitza Shaul

A primeira israelense a posar para a revista Playboy nasceu em Tel Aviv, dia 25 de junho de 1950. Nitza Shaul tem estatura mediana, sorriso aberto e olhar cativante.

O jeito de menina ingênua instigava os homens e trazia a simpatia das mulheres. Como atriz, atuou nas principais comédias do cinema nacional, desde o fim dos anos 60 até meados dos 70.

Nitza foi a filha do rabino em Hagigat Ha´Snooker (Festa na Sinuca). Jovem devota, era alvo de pretendentes. Seu coração, entretanto, pertencia ao tímido Azriel (Yehuda Barkan), que tinha um irmão gêmeo, Gavriel. Depois de várias confusões, chegaram ao final feliz, com casamento e confraternizações. É trilha sonora da cena derradeira a famosa canção, em hebraico, Simcha Gdola Ha´Laila (Grande Alegria Esta Noite).

A prostituta Mimi foi sua interpretação em Ha´Shoter Azulay (O Policial Azulay), de 1971. Ela tem envolvimento platônico com o personagem-título (Shaike Ophir), por quem foi detida numa ocorrência. A relação dos dois não foi concretizada, porque ele era casado. Durante certa madrugada em Yafo, região sul de Tel Aviv, ele a sugere trocar de profissão:

-” Tenho uma conhecida que fez o curso de enfermeira e ganha, com horas extras, 450 Liras por mês”.
– “450, eu faço em um sábado”.
– “Mas ela se realiza no trabalho”.
– “É… Eu, só de vez em quando”.

Em Gvat Halfon Eina Ona (Monte Halfon Não Responde), ela é Yaeli Hasson, apaixonada por um oficial do Exército, que foge de casa para ficar ao lado do namorado. Neste papel, aparece, de forma mais marcante, o lado sensual de Nitza, quando dança de biquíni para grupo de soldados.

Nitza Shaul, na cena mais famosa do filme Gvat Halfon Eina Ona (Monte Halfon Não Responde). Diálogo:
-“Por que os israelenses são tão apressados?”
-“Eu não tenho pressa…”

Vivendo em Londres entre 1975 e 1993, atuou em seriados da televisão britânica e ocupou papéis centrais no teatro. Em maio de 79, apareceu semi-nua em reportagem da Playboy. No começo da década de 90, participou de produção infantil, além de telenovelas israelenses.

nitza

Casada, mãe de duas filhas, com 62 anos, Nitza Shaul ainda mantém legião de fãs que a veem como “a pura filha do rabino”, “a rebelde Yaeli” ou “a namorada platônca do Azulay”.