Arik Einstein – O Cara

22/12/2012 | Cultura e Esporte

 

A Greta Garbo foi genial e se isolou.

Sumiu do mundo.

Arik Einstein não gosta muito de sair de casa, tem feito poucos shows, foge da mídia, mas comparar com Greta Garbo talvez seja exagero.

Nascido em 3 de janeiro de 1939, é considerado um dos pais do pop-rock israelense. Também fez muitos filmes nacionais, entre eles, Salah Shabati, em 1964, um clássico.

Amigos brasileiros o comparam a Chico Buarque e, realmente, faz sentido. Ambos tem história no teatro, música e futebol. Chico torce pelo Fluminense. Arik, Hapoel Tel Aviv. Aliás, o Hapoel foi homenageado por seu torcedor ilustre com uma bela canção. O próprio Arik surge no clipe, a partir do momento 2:32, marcando presença no estádio.

O comentarista brasileiro de futebol da televisão israelense, Salva Barzilay, amigo de Arik, revelou: “Ele fez meu filho ser Hapoel Tel Aviv. Eu fiz o dele ser Vasco da Gama”.

Eu tive a sorte de pegar um show dele em Haifa, há cinco anos atrás, grátis, ao ar livre, durante o Festival Internacional de Cinema. Cheguei ao Merkaz Ha´Carmel, de frente à Cinemateq, e o largo estava lotado. Confesso que não sabia de quem seria a apresentação. Ia pelo evento mesmo. Tocaram em sequência as duas primeiras músicas. Achei que o cover estava perfeito demais. Quando falou ao público, que seria o primeiro espetáculo, depois de muito tempo, não houve dúvidas: ERA O CARA!

E ele cantou todas, quase três horas de show. Integração total com o público. Famílias inteiras cantavam. Clima tranquilo de festa entre pais e filhos. União de gerações.

Arik prometeu ir a jogos de basquete do Hapoel Tel Aviv, cuja equipe retornou à liga principal israelense neste ano, após grupo de torcedores assumirem o controle do clube. O Cara, entre eles, como sócio, desde início da empreitada.

Arik Einstein é o legítimo representante israelense do binômio Arte-Esporte.

Convido a conhecerem pelo site http://shirimemportugues.blogspot.co.il/p/artistas-bandas.html

Aqui, o clipe do título do Hapoel Tel Aviv em 2000.