Curtinhas – Outubro 2013

21/10/2013 | Curtinhas

Israel procura médicos sul-americanos

1377180_10151974800485928_1968356953_nUm novo programa conjunto da Organização Sionista Mundial e do Ministério da Saúde de Israel visa facilitar a aliá e o processo de absorção de médicos sul-americanos com mais de 14 anos de experiência em diversas especializações, com revalidação automática de licença.

O programa baseia-se na imagem positiva que os médicos da América do Sul têm em Israel para usar o critério da longa experiência (ao menos 14 anos no ramo) como forma de vencer o desafio da revalidação de diplomas médicos no país.

As especializações procuradas estão no poster da campanha (clique ao lado para aumentá-lo). São aceitos médicos que se enquadrem na Lei do Retorno. Para contatos no Brasil, pode-se escrever para RodrigoW@wzo.org.il.

Escrito por Claudio Daylac


 

Eleições municipais

Moshé Lion (esq.) e Nir Barkat, candidatos na capital.
Moshé Lion (esq.) e Nir Barkat, candidatos na capital.

Nesta terça-feira, 22.10.2013, estão sendo realizadas as eleições municipais em todas as localidades do país, divididas entre as três formas de governo local existentes em Israel: prefeitura (iriá, para cidades com mais de 20 mil habitantes, onde se vota para prefeito e para listas de candidatos a vereador, de maneira similar às eleições municipais brasileiras), conselho local (moatzá mekomit, para localidades entre 2 mil e 20 mil habitantes, onde elege-se apenas a câmara de vereadores, cujo presidente responde pelo município) e conselho regional (moatzá ezorit, que agrupa kibutzim, moshavim e outras pequenas localidades de população inferior a 2 mil habitantes em uma única unidade administrativa, semelhante ao condado americano e também representada apenas por um corpo legislativo).

Horovitz (esq.) e Huldai, candidatos em Tel Aviv.
Horovitz (esq.) e Huldai, candidatos em Tel Aviv.

É interessante observar as peculiaridades das eleições para a prefeitura dos dois maiores municípios israelenses: Jerusalém (cerca de 800 mil habitantes) e Tel Aviv – Iafo (cerca de 400 mil habitantes). Em Tel Aviv, os dois principais partidos da esquerda sionista duelam voto a voto pelo executivo: Ron Huldai, o atual prefeito, representa o Partido Trabalhista (Avodá), enquanto o deputado Nitzan Horovitz é o candidato do Meretz. Por outro lado, em Jerusalém, o prefeito Nir Barkat, considerado direitista, mas concorrendo pela lista independente local “Jerusalém vencerá”, enfrenta Moshé Lion, da coligação LikudBeitenu do primeiro-ministro Benjamin Netanyahu.

Em Israel, os prefeitos recebem salário, mas os vereadores trabalham de maneira voluntária.

Um papel branco para vereador (vota-se em listas de candidatos), e um papel amarelo para prefeito.
Um papel branco para vereador (vota-se em listas de candidatos), e um papel amarelo para prefeito, cada um em seu envelope. Votação de Beer Sheva.

Escrito por Claudio Daylac