Deus é grande?

02/07/2013 | Conflito, Curtinhas, Sociedade.

Um incidente muito infeliz aconteceu nas proximidades do Muro das Lamentações na sexta-feira, dia 21 de Junho  – um judeu-israelense foi baleado por um segurança do Kotel provavelmente por fazer uma brincadeira provocativa.

De acordo com o depoimento do guarda que disparou, o morador de rua Doron Ben-Shalush (Z”L) de 46 anos estava em um banheiro público nas proximidades do Kotel, quando gritou “Alahu Akbar”, árabe para “Deus é grande”, uma frase comumente gritada por terroristas antes de se explodirem ou começarem a disparar contra inocentes. O guarda imediatamente pensou que se tratava de um terrorista e sem pestanejar disparou alguns tiros contra Doron, que morreu no local.

Aparentemtente, o baleado tinhas problemas mentais, mas o guarda não tinha como saber e reagiu assim pois de acordo com ele – temeu pela sua vida e de outros no local. Há muita crítica aqui em Israel contra o guarda que agiu de forma precipitada, mas também há muito apoio – já que se trata de uma zona delicada e que está em constante ameaça de ataques suicidas.

A dica para nossos turistas brasileiros: Não gritem “Alahu Akbar” de brincadeira (fora de contexto) em locais públicos movimentados em Israel, pode ser perigoso.

Artigos relacionados

Ver mais artigos

Comentários    ( 3 )

3 Responses to “Deus é grande?”

  • Nelson

    02/07/2013 at 16:13

    Os problemas sociais israelenses incluem um morador de rua, dentre milhares que existem por aqui, a um segurança (imaginem a pressão que o cara sofre diariamente, pois ele recebe informações que os outros não tem, até para não criar pânico na população). Não é fácil. Se fosse mesmo um terrorista, “Adeus, Tia Chica”, como dizem no Rio Grande do Sul. É triste toda essa situação. Não se pode criticar o segurança, ele não pode errar, falhar, é muita responsabilidade. Lamento, sim, por uma vida inocente.

  • Raul Gottlieb

    02/07/2013 at 17:48

    Sim, e quando no Brasil não tentem entrar com a camisa do Vasco na torcida do Flamengo …

    • Gabriel Guzovsky

      02/07/2013 at 18:36

      É Raul,
      Tem razão, acho que com 7 anos aqui já, estou esquecendo desse aspecto da sociedade Brasileira… uma pena mesmo que aí o “conflito” seja tão “vazio”.
      Nego morrer por vestir camiseta de clube de futebol no lugar e hora errada é uma barbaridade maior que este incidente no Muro.
      Abraço!

Você é humano? *