Feliz aniversário, Conexão Israel

03/01/2015 | Sociedade.

No dia 23/12 completamos dois anos de existência.

Neste período foram publicados mais de 400 artigos inéditos. Recebemos mais de 3.300 comentários de nossos leitores e nossa pagina do facebook ultrapassou as 4.300 curtidas.

O Conexão Israel vem cada vez mais se firmando como uma das principais fontes de informação sobre Israel, por oferecer um conteúdo inédito e de qualidade, visto por uma perspectiva diferente da apresentada pelas diversas mídias tradicionais: sem a necessidade de ser imparcial (nem almejando isso), totalmente independentes e apresentando uma visão de quem conhece e vive o dia a dia deste país.

Não é fácil destacar momentos marcantes do Conexão em 2014, mas se tivesse que relembrar alguns pontos altos deste ano, destacaria:

  • O incrível vídeo sobre o Hummus.
  • A cobertura dos eventos do caso dos jovens sequestrados
  • Os textos e interpretações sobre a operação Margem de Proteção.
  • A tradução da Lei Nacional do Povo Judeu

Por fim, destaco os 10 textos mais lidos de 2014. Após relê-los, tomei a liberdade de escolher uma passagem marcante de cada um deles. Não leu? Clique no link e boa leitura!

Os 10 textos mais lidos de 2014

O futuro não previsto pelos Códigos da Bíblia

“Um “milagre” está previsto em qualquer tipo de distribuição de acontecimentos. Ele tem uma probabilidade muito rara de acontecer, mas depois que ele ocorre, passa a ter 100% de probabilidade. Justificar algo que já passou e dizer que ele tinha uma probabilidade ínfima a priori, não prova a divindade por meio da ciência. Apenas prova a “divindade” da ciência por meio do acaso.”

Entre genocídio e dano colateral

“Vejo gente de caráter, com valores, defendendo a qualquer custo posturas que não aceitariam caso os personagens fossem outros. Por muito tempo eu preferi crer no contrário, mas já não consigo.”

Que me desculpem os pacifistas

“Se para o Hamas, o significado de paz é a inexistência de Israel, espero que o meu país escolha a guerra. Se não for para destruí-los de uma vez por todas, que pelo menos me traga um certo silêncio pelos próximos anos.E que me desculpem os pacifistas. Eu quero paz.”

Antissemitismo ou antissionismo

“Há pessoas que consideram o antissionismo como uma nova forma de antissemitismo. Há pessoas que não vêem qualquer relação entre ambos. Eu considero que são coisas diferentes, mas podem ter relações, sim. E acredito que na maioria das vezes, tem.”

A Criação do Estado Palestino não trará a paz

“Enquanto para a esquerda a solução do conflito se inicia com condutas diferenciadas do governo israelense, a direita não tem dúvidas de que condutas diferenciadas do povo palestino seriam o início do fim de décadas de guerras. Enquanto um pensamento põe a culpa em pessoas que formam a liderança israelense, o outro põe a culpa em pessoas que elegem (ou suportam) as lideranças palestinas.”

O guia judaico da Copa do Mundo do Brasil 2014

“É para isto que existe este guia. O guia mais etnocêntrico, provinciano, cabeça-fechada e de olho apenas no próprio umbigo disponível sobre a Copa do Mundo.”

Tamanho & Documento

“Israel é um país pequeno. Isso todos sabemos. O interessante é notar como a percepção espacial do israelense é diferente da percepção do brasileiro, principalmente dos que vivem nas grandes cidades.”

Olho por olho

“Ninguém mais acredita que punir um povo inteiro seja uma decisão que visa meramente influenciar suas escolhas políticas nas eleições vindouras a fim de prejudicar uma ou outra facção. As pessoas estão com a faca entre os dentes, com os olhos cheios de sangue, querendo vingar-se a qualquer custo.”

Eu acuso

“Eu acuso aqueles que insistem em acreditar que o conflito entre Israel e o Hamas é embasado em uma disputa territorial, quando na verdade estamos diante de uma questão basicamente religiosa. Eu acuso aqueles que confundem a “causa do Hamas” com a “causa palestina”.

Que o Hamas vá se Qatar

“O sequestro e assassinato dos três jovens judeus, seguidos pela reação israelense de responsabilizar o Hamas e a prisão de vários de seus militantes não é a “causa última” da operação Margem de Proteção, mas, sim, é o pano de fundo de um processo bastante longo.”

Comentários    ( 5 )

5 Responses to “Feliz aniversário, Conexão Israel”

  • Mario Silvio

    03/01/2015 at 14:04

    Parabéns Conexão! Bis 120!!!!!

  • Rita Burd

    03/01/2015 at 14:32

    Parabéns CONEXÃO ISRAEL,
    como leitora assídua, posso elogiar e aplaudir estes primeiros dois anos de publicação
    kol hakavod
    Rita Burd

  • Marcelo Starec

    03/01/2015 at 20:17

    Parabéns a Conexao e a toda a Equipe!…Como leitor agradeço muito pelas informações e as análises que vocês trazem para nós, que cada vez mais possamos ter toda essa informação e também a atenção, onde vocês não apenas escrevem os artigos, mas explicam os fatos e comumente tiram as dúvidas, sendo essa uma grande fonte de esclarecimento sobre tudo o que acontece em Israel. Amir, ressalto que gostei muito do que você colocou: ” sem a necessidade de ser imparcial (nem almejando isso), totalmente independentes e apresentando uma visão de quem conhece e vive o dia a dia deste país.” Perfeito!…Ninguém obviamente é totalmente “imparcial” e sempre me incomodou pessoas ou mídias que tentam se dizer “imparciais”…Pessoalmente, não acredito em imparcialidade, mas sim em tolerância, no sentido de aceitar opiniões diferentes, algo que acontece muito por aqui.
    Bom, parabéns a todos!….
    Um abraço,
    Marcelo.

  • Otávio Zalewski

    04/01/2015 at 14:03

    Parabéns, é importante um canal feito e administrado por judeus. Mesmo não concordando com algumas análises o importante é a troca de idéias para fortalecer a democracia dentro da comunidade. Mas importante salientar que há outras opiniões “de quem conhece e vive o dia a dia deste país”.
    Felicidades e que continuem sempre.
    Att. Otávio

  • ZEGERALDO

    06/01/2015 at 01:11

    PARABÉNS, PARA TODOS DO CONEXÃO. MAZAL TOV!!!

Você é humano? *