Israel em números

10/09/2014 | Sociedade

Israel em números

Em uma série de 3 artigos, apresentarei Israel em números. Neste primeiro, vou começar destacando dados geográficos e demográficos. O segundo artigo focará em indicadores sociais e econômicos, e por fim, o último apresentará uma série de dados curiosos sobre o país.

Os dados tem como fontes o centro de estatística israelense, os sites dos ministérios,o site do banco central, relatórios da OCDE, entre outros.

Percebi que existe um acesso restrito a este material em português, e mesmo em inglês, nem todas estas informações estão disponíveis. Espero que seja de bom uso para os leitores do Conexão Israel.

Terrítório, pontos extremos e distancias

Israel tem 22,072 km2, incluindo Jerusalém Oriental e as colinas do Golan, mas sem incluir a Cisjordania e Gaza. Apenas metade da superfície do Estado do Rio de Janeiro (43.780 km2).

São 857 km de fronteiras. Um total de 206 km de costa litoranea: 194 km no Mar Mediterrâneo e 12 km no Mar Vermelho – número similar a costa de Pernambuco (187 km).

O ponto mais baixo do país (e do mundo!) é o Mar Morto que está a 426 metros abaixo do nível do mar, e o ponto mais alto é o monte Hermon a 2,224 metros.No Brasil, o pico da Neblina é o ponto mais alto, com 2,993 metros, e o nível do mar é o ponto mais baixo.

Distancia entre as principais cidades israelenses, em quilômetros:

Km Jerusalém Tel Aviv Haifa Tibérias Beer Sheva
Eilat 323 328 439 416 246
Beer Sheva 89 103 193 231
Tibérias 160 134 65
Haifa 145 95
Tel Aviv 62

Uma comparação com o Brasil, dá a dimensão das diferenças entre os países (distancias medidas em termos de estrada, fonte: distanciacidades.com):

Km Sao Paulo Belo Horizonte Recife Brasília Manaus
Rio de Janeiro 430 438 2,304 1,163 4,228
Manaus 3,844 3,882 4,612 3,373
Brasília 1,008 578 2,065
Recife 2,607 2,028
Belo Horizonte 583

Eilat- Haifa é muito distante? Não para quem já viajou uma Rio-Belo Horizonte.

Demografia

Em uma população de quase 8 milhões de habitantes em 2013, 3,9 milhões são homens e 4,0 milhões são mulheres. A divisão por faixa etária (escala em milhares de indivíduos, em 2010):

Ou seja, uma população jovem quando comparada aos padrões encontrados nos países desenvolvidos, especialmente europeus.

O gráfico 1 indica as 10 maiores cidades israelenses (e duas brasileiras como comparação) em termos populacionais (em mil habitantes), no ano de 2013:

grafico populacoes
Gráfico 1: População de cidades em Israel em comparação a Campinas e Petropolis

 

A Tabela 1 nos mostra como está dividida a população de acordo com as regiões do país:

Região Território (km) População Densidade (habitantes por km2)
21,643 (100%) 7,984,500 (100%)
Jerusalém 3% 12.4% 1,512.2
Norte 20.7% 16.5% 295.2
Haifa 4% 11.8% 1084.9
Centro 6% 24.2% 1492.1
Tel Aviv 0.8% 16.5% 7657.5
Sul 65.5% 14.4% 80.8

Interessante observar que quase 70% da população vive em uma área de apenas 14% do país. A região de Tel Aviv apresenta densidade demográfica consideravelmente maior que a de Gaza (5,000 hab/km2).

Urbanização

Incríveis 91.4% da população vive em cidades hoje em dia. Apenas cerca de 140 mil pessoas vivem em pouco mais de 260 kibbutzim. Os últimos anos, no entanto, tem sido marcados por uma volta de casais jovens para os kibbutzim e regiões periféricas, em busca de uma vida menos custosa e de qualidade.

Vale observar pelo gráfico 2 que o mito kibbutziano, que tanto contribuiu para a formação e idealização da sociedade israelense, nunca foi muito relevante em termos populacionais – ele não chegou a ser mais que 6% da população. Uma curiosidade: no primeiro parlamento, foram eleitos 26 membros de origem kibbutziana, o que representa 22% do total, muito mais que os apenas 6% representados na população.

Gráfico 2: Numero e populacao (em % do total) dos kibbutzim
Gráfico 2: Numero e populacao (em % do total) dos kibbutzim em Israel

Clima

Os gráficos a seguir resumem algumas informações relativas as temperaturas (média mensal das temperaturas mínimas e máximas) em diversas regiões no inverno e no verão:

grafico janeiro
Gráfico 3: Temperaturas de cidades israelenses (e do Rio de Janeiro) no inverno
grafico julho
Gráfico 4: Temperaturas de cidades israelenses (e do Rio de Janeiro) no verão

O destaque fica para a média da temperatura mínima em Eilat no mês de Julho, de 27.3 e em Tel Aviv, de 24.2. Quem já passou um verão em Israel, sabe do intenso calor do país nos meses de Julho e Agosto. Também vale destacar uma certa similaridade de temperaturas do verão carioca com o verão de Tel Aviv.

Chuvas

Quanto mais ao norte, mais chuvas ao longo do ano. Assim funciona em Israel. O país apresenta quase que de forma uniforme um aumento de chuvas de acordo com a proximidade com que a região está de suas fronteiras com o Líbano e, especialmente, com a Síria.

Em 2011 e 2012, Eilat teve média de apenas 2 milímetros de chuva durante o ano, enquanto Safed teve 739. A maioria das regiões do país tem entre 40 e 55 dias de chuva por ano (contando chuvas que tenham tido mais de 1 milímetro por dia). Para se ter uma base de comparação, a “terra da garoa”, São Paulo, tem média de mais de 100 dias de chuva por ano, enquanto o Rio de Janeiro apresenta entre 90 e 100 dias.

O próximo artigo da série focará em indicadores sociais e econômicos; veremos dados relativos a taxas de mortalidade e natalidade, número de domicílios, renda mensal, distribuição dos gastos dos israelenses, crescimento econômico, índices de inflação, taxa de cambio, IDH, coeficiente de Gini, entre outros. Se voce tiver algum pedido especial em relação aos dados, não deixe de escrever nos comentários para que eu possa buscá-lo.

Creative Commons License
Gráficos sobre Israel by Amir Szuster is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.