Vídeo: Especial de Purim do movimento Paz Agora

21/03/2014 | Conflito

O movimento Paz Agora (Shalom Achshav – שלום עכשיו) preparou um vídeo especial para a festividade de Purim. Como é tradicional nesta festividade (que por coincidência cai próximo ao carnaval), as pessoas se fantasiam pelas ruas de todo o país. Alguns militantes do movimento convidaram a membros e ex-membros do parlamento para um vídeo para Purim, no qual eles se fantasiam de direitistas e ironizam a direita israelense.

Confira os famosos que participaram do vídeo (em ordem):

Yossi Beilin: Doutor em Ciências Políticas e autor de vários livros, é ex-parlamentar pelos partidos Avoda (Trabalhista) e Meretz, foi um dos arquitetos de Itzhak Rabin e Shimon Peres na construção dos Acordos de Oslo. Também é um dos criadores da Iniciativa de Genebra. Foi ministro da economia, da justiça e das religiões. Hoje escreve nos diários Haaretz e Israel HaIom.

Moshe Mizrachi: Policial de profissão, ex-vereador da cidade de Shoham, hoje parlamentar pelo Avoda.

Michal Rozen: Doutoranda em Ciências Políticas pela Universidade Hebraica de Jerusalém, é parlamentar do Meretz, ex-diretora da Organização de Ajuda às Mulheres Violentadas. 

Itzik Shmuli: Ex-presidente da União Nacional dos Estudantes de Israel, foi um dos líderes dos protestos sociais de 2011 e hoje é parlamentar pelo Avoda.

Yariv Openheimer: Mestre em Políticas Públicas, é o atual presidente do Paz Agora. 

Mossi Raz: Economista e contador, foi presidente do Paz Agora nos anos 1990 e por duas vezes foi parlamentar pelo Meretz. Hoje é diretor da Rádio Voz de Israel.

Avraham Burg: Escritor de profissão com quatro obras publicadas, foi parlamentar por quatro mandatos e militante do Paz Agora nos anos 1980. Foi acessor de Shimon Peres para assuntos estrangeiros. Hoje é filiado ao Meretz e membro do grupo Molad.

Chaguit Ofren: Chefe da Comissão de Fiscalização das Colônias do movimento Paz Agora.

Ilan Guilon: Primeiro líder da juventude do Meretz, é parlamentar pelo mesmo partido atualmente. 

Eitan Cabel: Parlamentar desde 1996 pelo Avoda, foi derrotado nas últimas eleições da Histadrut HaOvdim (Central Sindical). Foi ministro sem pasta durante o governo Olmert.

Quer saber mais sobre o conflito? Clique aqui.

Comentários    ( 7 )

7 comentários para “Vídeo: Especial de Purim do movimento Paz Agora”

  • Mario S Nusbaum

    21/03/2014 at 14:53

    Seria ótimo se as esquerdas, do mundo inteiro, dedicassem sua inegável criatividade e talento para tentar enxergar e compreender o mundo REAL.
    Parece que, nesse aspecto, Israel é igual ao Brasi. Intelectuais, verdadeiros e auto-denominados, acham que tudo é uma maravilha, que todos os problemas são facílimos de resolver e se não são, é porque a “direita” é malvada.

    Algumas observações:
    – Concordo com uma coisa: para os israelenses que não querem a paz, é bom não haver parceiros do outro lado, isso é fato.
    – É muita cara de pau acusar a direita de criar um mundo imaginário. Equivale ao criminoso que após roubar alguém sai gritando pega ladrão
    – Cara de pau II: claro que foram “vocês” que pagaram a tal estrada, assim como TODAS as de Israel, Brasil, EUA, etc
    – Cara de pau III: fácil é ser de esquerda, não de direita. Basta criar uma fantasia e “raciocinar” em função dela. Realidade? Simples detalhe.

    Encerro com uma pergunta: quem assinou a paz com o Egito?

  • Marcelo Starec

    22/03/2014 at 01:29

    Oi João,
    Olá Mario,

    Gostei do seu comentário, Mario! É verdade que o João mostrou que há gente séria participando do movimento e também há, claro, algumas criticas que fazem sentido. Mas o ponto fundamental, acredito, seria (numa hipotética máquina do tempo – a “custo zero”!!!) colocar esse pessoal no poder e deixar eles negociarem tudo do jeito que eles querem! Adoraria acreditar em um resultado maravilhoso, mas infelizmente, em minha opinião, se chegaria rapidamente ao caos – e aí ou eles passariam a atuar em conformidade com o que o mundo real infelizmente exige – como já vimos muitos críticos desse estilo fazerem, mundo afora! ou é mesmo melhor assistir tudo num simulador, a “custo zero”!
    Abraço e shabbat Shalom,

    Marcelo.

  • João K. Miragaya

    22/03/2014 at 17:54

    Marcelo e Mário Sílvio,

    O vídeo é uma sátira, não um debate político. Óbvio que há uma forte crítica, mas não há nenhuma proposta para que vocês amargamente se oponham a algo em especial.

    Vocês precisam ter um pouco mais de senso de humor!

    • Mario S Nusbaum

      22/03/2014 at 21:00

      Pois é Marcelo, eles são ótimos teorizadores. Já que o João cobrou senso de humor, aí vai uma piada relativa ao assunto.
      Se os físicos da Conexão não gostarem, lembrem-se que eu também sou.

      “Um fazendeiro estava tendo problemas com suas galinhas e chama um físico, um químico e um biólogo. O biólogo examina a galinha e não chega a nenhuma conclusão. O químico faz uma série de exames laboratoriais mas também não chega a nenhuma conclusão. O físico olha, olha, faz uma série de contas e diz: Já tenho a solução, mas funciona apenas para galinhas esféricas no vácuo.”

    • Yair Mau

      23/03/2014 at 06:24

      Os físicos do conexão gostaram da piada, é bem assim mesmo!
      Todos os físicos do conexão também gostaram do video (sem exceção), o humor é uma ferramenta importante para tudo na vida. Os radicais e fundamentalistas de todas as correntes tem algo em comum: eles se levam demais a sério. Da mesma forma que os melhores comediantes (Louie CK) riem de si próprios, deveríamos todos fazer o mesmo.

      Acho que foi o Christopher Hitchens que disse que o KKK acabou nos EUA quando nos gibis o superman começou a dar um cacete nos encapuzados de branco, e as crianças brincavam imitando os gibis. Os pais das crianças (membros do KKK) chegavam em casa e viam os filhos fazendo o boneco do superman dar porrada nos bonecos “fantasmas”, e o ridículo acabou fazendo o efeito. (claro que esse é mais um fator, não o único, mas a história é boa). Vamos fazendo piada de esquerdistas e direitistas, ortodoxos e islamistas, quem não aguentar, pede pra sair.

  • Raul Gottlieb

    23/03/2014 at 21:06

    Concordo com o João. O Paz Agora é imbatível na sátira. Infelizmente quando a coisa fica séria o sucesso é muito pequeno. Tanto no quesito “paz” como no “agora”. Infelizmente,

Você é humano? *